segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Mão na Massa: Tutoriais Sobre Confecção de Corsets

Pesquisando sobre a confecção de corsets há muitas coisa na internet.
E como internet é terra de Marlboro, temos que separar o joio do trigo.

Vou destacar duas fontes que achei bem interessantes sobre confecção de corsets e que mostram passo-a-passo bacanas e fáceis de seguir:


Dominique Bellefleur
Essa garota linda e talentosa nasceu no Paraná e tem 31 anos. Seu blog é o Dominik Bellefleur e sua página no Facebook (que eu sigo, óbvio) é a Dominik Bellefleur Corsets.
Uma pena que ela só publique no Facebook agora (a última postagem do blog é de janeiro de 2013), porque quem trabalha e tem bloqueio de internet (como eu) não consegue ler.

Ela fez umas postagens super bacanas sobre confecção de corsets.

(crédito da imagem para Dominik Bellefleur)

Esse post é super cuidadoso e bem feito. Super detalhado na forma de como tirar as medidas para confeccionar um corset.

A Dominik dá conselhos sobre como achar a cintura, indica o material correto para tirar as medidas (pode parecer besteira, mas é preciso frisar que as medidas devem ser tiradas somente com fita métrica de costura, e não com régua, trena, metro, ou qualquer outro instrumento de medição).

Ela relaciona as medidas horizontais e verticais, e nomeia cada uma delas para facilitar a vida de novas corsetmakers.

Acho muito foda e louvável quem compartilha cazamigas suas experiências.
Sempre vai ter alguém que quer saber a mesma coisa que você acabou de descobrir. :)


(crédito da imagem para Dominik Bellefleur)

Uma relação quase exaustiva dos materiais e equipamentos necessários para a confecção de um corset.

Dominik relaciona desde materiais básicos para o desenho do molde, até os tecidos das camadas do corset, a estrutura em aço - as barbatanas espiraladas flex e as barbatanas flat, em chapa de aço inoxidável.

Senti falta no post dos locais onde ela compra seus suprimentos, mas nos comentários ela relaciona alguns lugares onde dá para encontrar.

Minha maior dificuldade é com as barbatanas e busks. Ela diz que encontra na Rua 25 de Março, em São Paulo. Eu sei que é possível encontrar barbatanas na Caçula, aqui no Rio de Janeiro (Fatise, grande amiga e artesã me contou e mandou foto), mas ainda não fui lá pra conferir.

Sou muito preguiçosa e preferiria mil vezes comprar online. Até hoje só achei uma loja online com todos os materiais necessários, a Corsetmaking. Tem ferramentas e materiais por lá com um preço competitivo, o problema é o frete, porque essa loja fica na Philadelphia, EUA.


(crédito da imagem para Dominik Bellefleur)

Nesse post a Dominik fala desde o desenho dos moldes até o corte deles no tecido, passando pela relação das camadas de tecido necessárias a um corset.

Gostei bastante dela recomendar fortemente que antes do corte do tecido definitivo, a corsetmaker faça uma maquete, ou mock-up, em um tecido forte e menos nobre (que tal usar as pernas daquela calça jeans velha e feia centropeito que você nem usa nais?).

Mas uma coisa da qual eu senti falta foi da orientação de acordo com o fio do tecido.
De acordo com Renata Perito, em seu livro Costura à Mão: Fundamentos, os tecidos têm dois tipos de fio: urdume (paralelos à ourela) e a trama (perpendicular à ourela). Os fios do urdume são mais resistentes do que os da trama. Então, no caso de um corset, onde a tensão está concentrada na horizontal, será que não é melhor que os fios do urdume sejam paralelos à linha de cintura?


(crédito da imagem para Dominik Bellefleur)

Aqui Dominik aconselha ao alinhavo antes da costura definitiva na máquina.

Concordo plenamente, não dá para imaginar pegar duas peças e partir para a máquina sem alinhavar primeiro, mas acho que ela se confundiu, pois descreveu o processo de alfinetar e não de alinhavar.

Alinhavar é utilizar uma agulha de mão para dar pontos provisórios antes da costura definitiva. Depois da costura definitiva as linhas de alinhavo são retiradas.

Ela conselha - muito bem - a colocar os alfinetes bem próximos uns dos outros e a ir retirando conforme for avançando na costura.

Particularmente acho que alinhavar é mais seguro, mas cada um faz como acha conveniente. Dá tranquilamente para realizar uma boa costura utilizando os alfinetes, e se ela é experiente o suficiente e prefere fazer desta forma, é justo.


(crédito da imagem para Dominik Bellefleur)

Essa postagem é muito boa, porque é bem detalhada sobre o processo de montagem do corset.

O uso do ferro de passar é imprescindível durante a costura. A gente deve deixar a tábua aberta à disposição enquanto estiver em um projeto.

Gostei muito da Dominik ter evidenciado as três camadas do corset: a externa de tecido fashion, a intermediária de tecido resistente e a interna de tecido de algodão que não irrita a pele com a qual vai estar em contato.

O processo de união de todas essas camadas exige muito cuidado e atenção na execução. As costuras devem casar e serem fixadas para evitar que as partes se desloquem entre si.

Talvez um dos grandes problemas seja alguma discrepância no corte das partes do corset nas diferentes camadas de tecido. Tudo tem que estar muito bem encaminhado e executado para o corset dar certo.


(crédito da imagem para Dominik Bellefleur)

Confesso que quando li o título dessa postagem fiquei completamente confusa. Achei que a Dominik iria explicar como tirar as barbatanas de um corset pronto. Mas não. A postagem é exatamente ao contrário, explicando o processo de estruturação do corset.

Conforme o Dicionário Online Michaelis, desossar é "tirar os ossos". Então acho que o título perfeito para a postagem é "Como Estruturar o Corset".

Mas isso é irrelevante, porque as informações que a Dominik passa é que são importantes. Ela ensina como fazer canaletas para as barbatanas com o próprio tecido estrutural (camada do meio), como medir a canaleta e traduzir essa medida para as marcações existentes na máquina de costura, e como costurar de forma firme para evitar fazer canaletas estreitas demais (não vão deixar a barbatana entrar) ou largas demais (a barbatana pode entortar lá dentro).


(crédito da imagem para Dominik Bellefleur)

Agora começa o acabamento. Depois de montar e estruturar o corset, precisamos fechar as canaletas de forma que as barbatanas não escapem. Isso é feito com o viés.

Aqui a Dominik ensina como cortar o viés, que, pelo nome, percebe-se que se corta enviesado no tecido, ou seja, se corta com um ângulo de 45º em relação à trama (ou à ourela, se preferir, porque dá no mesmo), como fixar ao corset e como fazer um acabamento limpo.

Um corset pode estar bem modelado, bem costurado, mas se tiver mal acabado, com vieses mal colocados ou mal arrematados, fica com um aspecto péssimo de coisa barata e malfeita.


(crédito da imagem para Dominik Bellefleur)

Para terminar esse mini curso sobre confecção do corset, a postagem sobre colocação dos ilhoses para passagem do cordame.

A Dominik destaca a importância da marcação dos furos e depois usa um alicate para colocação dos ilhoses.

Acho até que o alicate é um bom aliado, mas para colocar ilhoses de forma profissional e firme, é bem melhor usar um balancim.

Um balancim é uma peça de mesa onde se acoplam matrizes diferentes para cada tipo de acessório que vá ser usado, sejam ilhoses de diferentes tamanhos (uma matriz para cada tamanho), sejam botões de calça jeans pregados à pressão, sejam botões forrados.

Um balancim custa de R$60 a R$80 e tem mil e uma utilidades. Acho um bom investimento para quem pretende confeccionar seus próprios corsets.


Lucy's Corsetry videos
Eu amo essa garota. Acho que ela fala de praticamente tudo que envolve a corseteria, waist training e tight lacing. É claro que ela também fala sobre a confecção de corsets.

Ela fez uma série sobre as fases de construção de corsets. Achei que tem tudo a ver. Mas são em inglês sem legendas. Mesmo assim dá pra entender bem.

Como tirar medidas para um corset sob medida?
Guia visual sobre como tirar as medidas corretamente.



Medição para corpos assimétricos
Não sou médica nem cientista, mas acredito que todas as pessoas tenham um certo grau de assimetria em seu corpo. Algumas em maior grau que outras.
Para praticar o waist training em um corpo muito assimétrico, principalmente se a pessoa tiver escoliose da coluna, é preciso consultar um ortopedista.
Além disso é preciso que a corsetmaker saiba da assimetria e que tenha experiência na confecção de corsets assimétricos.
Nesse vídeo a Lucy mostra como medir corpos com o lado direito diferente do esquerdo.



Confecção de corsets: introdução aos moldes
Existem inúmeros modelos de corset. Dependendo do seu estilo e do uso pretendido, o molde do corset vai variar bastante.
Pra quem está confeccionando um corset, principalmente um corsertmaker iniciante, é importante atentar para o grau de dificuldade da empreitada de acordo com os moldes.



Moldes de corset sob medida utilizando Duct Tape
Sabe aquela fita prateada praticamente indestrutível, a Duct Tape? A Lucy dá a dica de fazer os moldes no seu corpo usando essa fita.



Cortando a forma do Duct Tape em peças de molde
Nesse vídeo a Lucy transforma o molde em 3 dimensões feitos com o uso do Duct Tape em peças dos moldes de dois diferentes modelos de corset.



Confecção de corsets: tecido resistente
Os corsets não são peças deformáveis, não são pecas elásticas. O corset age sobre seu corpo muito mais do que seu corpo age sobre ele. Por isso um corset precisa ser estável e ter um tecido resistente dentre suas camadas para assegurar essa característica.
Tanto para a confecção do mock-up (corset de teste) quanto para o produto final, é importante destacar a importância do tecido resistente.



Maquetes de corsets: o que, por que e como
A importância da execução prévia de uma maquete utilizando os moldes e as medidas do corset, assim como como executar um mock-up.



Confecção de corsets: passando seu molde para o tecido
Passar os moldes para o tecido é uma fase muito importante e merece todo cuidado. Se não for bem executada, pode arruinar o corset.
Aqui dicas da Lucy sobre como fazer esse procedimento.



Confecção de corsets: cortando seu tecido
Lucy mostra as ferramentas e maneiras de garantir que o corte do tecido seja feito conforme o esperado e traga o resultado planejado.



Confecção de corsets: fixando seus painéis com exatidão
Outra fase muito delicada da confecção do corset. As peças do molde são quebras-cabeças que precisam ser encaixadas perfeitamente para garantir o caimento e acabamento perfeitos.
A Lucy também usa alfinetes, mas minha avó ensinou que primeiro colocamos os alfinetes, depois alinhavamos e só depois costuramos.



Confecção de corsets: costurando os painéis juntos
Hora da verdade: costurar definitivamente os painéis juntos. Esse não é um processo simplesmente de costurar reto na máquina. As costuras do corset precisam ser particularmente resistentes.



Confecção de corsets: inserindo a fita da cintura (método invisível)
Uma peça importante do corset é a fita de cintura. Feita de um material bem resistente e nada elástico, ela ajuda a garantir que o corset não se deforme no uso e mantenha a silhueta desejada.



Confecção de corsets: costurando na vala
é uma etapa importante, pois ajuda a garantir que as costuras do corset não vão abrir. Consiste em costurar na vala entre os dois painéis para reforço.



Confecção de corsets: costurando valetas para barbatanas
Preparação das valetas para receber a estrutura do corset: as barbatanas. Há várias maneiras de determinar o posicionamento das barbatanas, assim como há diversas maneiras de colocar os canais.
As barbatanas podem ser internas, externas, invisíveis, únicas, duplas, triplas, múltiplas. Pode ser usado o próprio painel para construção das valetas, uma tira do tecido resistente ou valetas prontas.



Confecção de corsets: fixação de busk - parte 1 (lado das alças)
Como colocar adequadamente o lado do busk com as alças.



Confecção de corsets: fixação de busk - parte 2 (lado das bolinhas)
Como colocar adequadamente e de acordo com a peça das alças o lado do busk com as bolinhas.



Como confeccionar um protetor de busk ou placa de pudor
Peça que pode ser estruturada ou não e protege o pequeno espaço de pele que fica aparente com o busk fechado.



Como confeccionar um busk escondido
É possível confeccionar uma placa que esconda o busk para um acabamento ainda mais fino.



Confecção de corsets: introdução às barbatanas, Introdução à barbatana espiral, Confecção de corsets: cortando e protegendo a ponta das barbatanas lisas, Cortando e finalizando barbatanas espirais de aço
Esses quatro vídeos abordam aspectos relevantes dos dois diferentes tipos de barbatanas possíveis na estruturação do corset.






Fazendo fitas de viés do início ao fim e Confecção de corsets: colocando o viés
O acabamento é uma etapa extremamente importante da execução do corset. A aplicação do viés tem o papel não só de fazer o acabamento, como de fechar as valetas das barbatanas.
Fazer o viés do tecido fashion é um toque de acabamento fino e bonito.
Esse dois vídeos se complementam no corte e colocação dessa peça de acabamento.




Confecção de corsets: ilhoses e Colocando ilhoses com alicate ou martelo
Dois vídeos sobre colocação de ilhoses.




Confecção de corsets: modesty panel estruturado e flutuante
Por fim um vídeo sobre a confecção de um modesty panel estruturado e que fique solto sob o cordame, diferente do fixado lateralmente da Madame Sher.


Acho que com isso temos bastante material para aprender o processo de confecção de um corset.


Costura de um modo geral
Sobre costura em geral, há excelentes sites para consulta com muitas dicas.
Em destaque o da Renata Perito, cujo livro Costura à Mão: Fundamentos eu já comprei faz tempo. É uma leitura fácil e cheia de dicas e exemplos de pontos, de tratamento do tecido de conhecimentos gerais sobre costura, Muito legal.

Outro site sobre costura que achei ótimo foi o SuperZiper. É incrivelmente interessante, bem feito e cheio de dicas e informações sobre quase tudo que uma costureira precisa saber. Vale muito à pena ficar algum tempo navegando nele e aprendendo coisas que podem ajudar e muito na corseteria. O mini especial Perdendo o Medo é bem bacana.

7 comentários:

  1. Amei seu post... Vou tentar fazer um com suas dicas... Obrigadaa

    ResponderExcluir
  2. Boa noite. Você tem alguma indicação de alguém que faça ou customize Corset?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Zafira,

      no blog tem um monte de menções a várias corsetieres no Brasil.
      A mais famosa, da qual tenho 2 corsets é a Madame Sher. Acho que ela não customiza, somente faz corsets novos.
      Tem a Black Cat, Black Cherry, Ferrer Corset... É fácil encontrar no Google.

      Beijos!

      Excluir
  3. Olááá meninas, Somos da empresa Rebarmet . Produzimos barbatanas de metal, busk´s e lacing bones.
    atendemos o Brasil todo.
    se quiserem maiores informações podem nos enviar e-mail: contato@rebarmet.com.br
    att;
    Jéssica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Jessica!

      Que legal você entrar em contato!!
      Eu já tinha pesquisado sobre a compra das ferragens para corset e tinha encontrado vocês, mas como não tem o preço no site, eu meio que desinteressei.
      Ainda bem que você apareceu e deixou seu contato, porque agora fiquei muito mais animada em retomar os planos de fazer um corset pra mim. :)

      Quando eu conseguir me organizar para começar minha empreitada no mundo da fabricação de corsets, entro em contato contigo.

      Beijocas!

      Excluir
  4. Boa tarde.
    Gostaria de saber os materiais para confeccionar um corset.
    Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sonia!
      dá uma olhada aqui nesse link: http://diarioseverina.blogspot.com.br/2014/09/mao-na-massa-levantamento-previo.html

      Na postagem do link eu faço um levantamento prévio de todo tipo de material e ferramenta necessário para a confecção de um corset.
      A verdade é que a gente até assusta com o preço quando vamos comprar um corset, mas se você colocar na ponta do lápis só os valores de ferramenta e material, sem nem contar a mão de obra, vai ver que a gente paga é pouco!

      Corseteria é artesanal e artístico e dá muuuuuito trabalho, por isso bato palmas para todos que tem esse talento.

      Se você começar uma carreira de corsetiere, manda seu contato pra mim!

      Beijocas!

      Excluir